Destaque

Ele fez para mim

unnamed
Tu era estrela e reluzia,
Sempre me deixando duvidas quando sorria.
Fazia o mesmo também quando deixava as chaves caírem do bolso, deixando o teu cheiro pelas esquinas que eu atravesso.
Devíamos nos esquecer das frases e da boa literatura que fizemos a quem não merecia se quer um poema,  mas de fato, não escrevemos para eles e sim para nós mesmos.
Talvez até nos apaixonar pelas palavras que saem da nossa boca quando pensamos naquele alguém.
Teu amor é nicotina.
Abre espaço para vícios rasgarem o meu peito.
– é por isso que não se deve conhecer  os escritores – talvez sejam mais perdidos do que suas próprias palavras.
Nunca sei se de fato tu és inteiramente, ou se eu só tenho um terço daquilo que tu foi, e essa confusão já me remete um certo ciúme,  esculpindo ainda mais a insegurança.
Nas noites chuvosas em que teu corpo me aquecia. Nas noites escuras em que eu te perdia. Nas noites solitárias em que eu cuidava de afogar meu fígado em vinho barato.
Sinto falta da pessoa que tu era, sem nem a conhecer, mesmo sabendo que no fundo ainda é a mesma pessoa, só não sabe disso.
És inteiramente minha ou ainda há um pedaço teu que ainda se apega às tuas frases do passado?
Devasta-me como os gafanhotos devastam as colheitas dos pobres agricultores – semelhantes a mim,  tirando o fato de que eu cultivo outras coisas – tornando-os desolados como eu.
E no fim da rua eu ouvia (grito!) Quase que tu, lembrando-se o quão bom o nosso amor é.
Desarme-se,  há estragos demais em mim.
Ps: Todos os direitos reservados à esse amorzinho de pessoa, chamado Caio, que escreveu este poema para mim ❤
Anúncios

[Resenha] A garota no trem

BOOK CLUB+A GAROTA NO TREM+PAULA HAWKINS+RESENHA 01
Sinopse: Rachel (Emily Blunt), uma alcoólatra desempregada e deprimida, sofre pelo seu divórcio recente. Todas as manhãs ela viaja de trem de Ashbury a Londres, fantasiando sobre a vida de um jovem casal que vigia pela janela. Certo dia ela testemunha uma cena chocante e mais tarde descobre que a mulher está desaparecida. Inquieta, Rachel recorre a polícia e se vê completamente envolvida no mistério.
Olá gente?
Resenha a garota no trem (2)
O livro vai contar a história de Rachel, uma mulher de trinta e poucos anos que está divorciada. Todos os dias ela pegava o mesmo trem para e voltar do trabalho, como ela sempre pegava os mesmo trens ela sempre fazia o mesmo trajeto. Então, para passar o tempo ela observava uma casa que se localizava nas proximidades da ferrovia. Nesta morava um casal, que para ela eles tinham uma vida perfeita e tudo dava certo.
Até que numa sexta-feira de pela manhã, quando Rachel fazia o mesmo trajeto viu algo acontecendo com a mulher desse casal. O problema é que, ja é dito na hora o que ela vê e, isso é contado bem no comecinho, ai você fica se perguntando se é só isso o livro inteiro. Mas é aí que nos enganamos, vai aparecendo um monte de peças, vão ser revelado segredos e no fim, você vai descobrir que o que ela viu, foi outra coisa.
IMG_20160210_122636788_HDR
O enredo do livro vai ser carregado de muita confusão, mistério e suspense. É daqueles livros que você tem vontade de terminar em um dia, porque sua curiosidade aumenta. Eu gostei bastante da escrita da autora, fluir bem(até confesso que se ela tivesse escrito um romance eu pensaria que fosse a Kiera Cass escrevendo, porque são bastante parecidas). Espero lê outros livros da autora em breve.
O livro é contado por três personagens, então uma hora uma vai dizer que acha isso de outra e depois a outra confirma na visão delas, entenderam? Complicado, né?
Enfim, gente é isso. Espero que tenham gostado da resenha e que leiam o livro. Ah e se assistirem o filme, me contem o que acharam, porque não assistir ainda!
Mil beijinhos ❤

 

Não tenha medo


Não tenha medo de ser quem você é, não mude suas opiniões, seu modo de ser, como você se veste, quais tipos de música,filmes, séries você prefere ou até mesmo como você tira fotos.

Por muito tempo na minha vida, tentei reproduzir fotos de meninas lindas e, eu simplesmente pensei, é difícil tentar imitar fotos de uma pessoa linda quando você não é. Então parei, decidir tirar fotos de um jeito que me sinto bem, sem precisar tentar imitar certas pessoas.

Não tenha medo de admitir sua opção sexual, sua religiosidade, seus amores, suas manias, suas coisas favoritas nesse mundo. Do mesmo jeito que você não precisa concorda com as escolhas dos outros, eles também não precisam concordar com as suas. O importante é cada um respeitar as escolhas e ações do outro.


Ninguém é igual e é no mínimo loucura pensar que todos teriam as mesmas escolhas sobre determinados assuntos.

Claro, que tudo tem limite. Nao é porque você se assume que outra pessoa também vai se assumir, às vezes, ela pode ter vergonha ou não se sentir confortável com certa pressão que vai sentir da sociedade.


Aliás, não é porque você se aceita e aceita os outros que q sociedade não vai te reprimir. A sociedade ainda é arcaica, e para ela o tradicional é o “normal”, é a família “tradicional” brasileira.

Então, tenham paciência com quem reprime você, muitas das vezes, ela não consegue entender como você entende. E é difícil aceitar como as pessoas são de uma hora para outra.

Enfim, gente é isso. Espero que tenham gostado do post, foi só um desabafo sobre certas coisas  que vi.

Mil beijinhos ❤

Ps: Imagens baixadas do Tumblr

Vestibular


Eu estou cursando o segundo ano do ensino médio e já estou sob extrema pressão para saberem que curso vou querer, se vou mesmo querer seguir saúde, se vou fazer só o ENEM ou se vou fazer outros vestibulares.

Depois de pensar bastante, sobre o que iria fazer: decidir fazer o ENEM(se o governo Temer ajudar, deixando que os treinantes façam o enem, até porque eu não vejo o porquê de excluir nós, alegando que assim terão menos gastos, sendo que a gente paga para fazer este) e fazer o vestibular da UFC(Universidade Federal do Ceará), em Fortaleza, porque a estrutura de saúde desta é gigantesca e ainda é perto da minha cidade natal e ainda possuo parentes nesta. Agora só falta meus pais deixarem eu tentar o vestibular de Fortaleza, porque eu nunca sair do meu estado(Piauí) natal e muito menos sozinha.


Eu também pensei em fazer o vestibular da UNB(Universidade nacional de Brasília) porque a estrutura lá é enorme, e pensa na moral que eu ia ter se eu tivesse no meu currículo “Graduação em farmácia pela UNB”, eu ia infartar ❤ Porém, contudo, todavia, eu não tenho parentes em Brasília e meus pais não deixam eu morar lá sozinha e nem fazer o vestibular lá. 

Sobre os cursos, eu sempre(desde o nono ano) quis cursar farmácia(não técnico, e sim trabalhar com pesquisas e experiências em laboratório) porém, eu descobrir que tenho um certo medo de agulhas e sangue. Então, pensei em cursar licenciatura em biologia, porque gosto de biologia, mas vem aí o probleminha, eu não sei se tenho capacidade para lecionar. 

Eu sei que podem pensar que talvez eu não devo cursar nenhum dos dois, mas acontece que não me vejo seguindo outra profissão além dessas duas. Por exemplo, não tenho o espírito de líder(para seguir Direito) como também nao me vejo administrando uma empresa(como administração). E muitas outras.

E outra, que se eu seguir saúde(Farmácia) vou está dando um gigantesco orgulho pra minha família e, além de estar estudando biologia ainda vou estar estudando química(❤),que é outra matéria que amo, mas se eu for seguir licenciado eu vou estar me sentindo muito bem. Vou estar ensinando adolescentes(porque ensinar criança já é querer demais) uma matéria que eu amo.

Enfim, gente é isso. Estou em dúvida para um caralho dentre esses dois cursos, então vou deixar seguir esse ano, vou participações em revisões para o enem, me inscrever no ENEM e no vestibular do Ceará e ver no que dá.

Espero que tenham gostado. Se você estar com duvida de cursos que quer seguir, comenta que eu digo minha opinião. Do mesmo jeito, que quero que vocês me ajudem com essa minha dúvida 🙏🏼

Mil beijinhos ❤

[Resenha] Harry Potter e a criança amaldiçoada

foto-24-01-17-11-24-20

Sinopse: Sempre foi difícil ser Harry Potter e não é mais fácil agora que ele é um sobrecarregado funcionário do Ministério da Magia, marido e pai de três crianças em idade escolar. Enquanto Harry lida com um passado que se recusa a ficar para trás, seu filho mais novo, Alvo, deve lutar com o peso de um legado de família que ele nunca quis. À medida que passado e presente se fundem de forma ameaçadora, ambos, pai e filho, aprendem uma incômoda verdade: às vezes as trevas vêm de lugares inesperados.

Olá gente?

Na primeira semana de janeiro terminei esse livrinho maravilhoso e só uma coisa à dizer: J. K. está querendo acabar com meu coraçãozinho. Harry Potter e a criança amaldiçoada é o roteiro de ensaio da peça Harry Potter e a criança amaldiçoada. Como é um roteiro é dividido em cenas, atos e partes. São cercas de duas partes,  cada uma com dois atos e cada ato com mais ou menos dez à quinze cenas.

Bom, a peça vai começar com o pai do Cedrico Diggory tentando fazer com que Harry Potter volte no tempo pata salvar seu filho da batalha que teve em Harry Potter e o Cálice de Fogo, que na qual o Cedrico é assassinado pelo Voldermort apenas por não ser a útil à este. E, claro, que o Harry não aceita.

foto-24-01-17-11-25-14

Ao longo do livro, vai ter muitas complicações com o filho de Harry, Alvo Potter. Porque Harry acaba não sendo um bom pai para o Alvo e este, convenhamos, também não se classifica como um bom filho. Confesso, que fiquei com bem triste pela vida que Alvo tem em Hogwarts, ele acaba sofrendo bullying pelo legado deixado pelo pai.

O final tem uma revira-volta impressionante, e eu fiquei bastante feliz por mais uma vez chorar ao fim de uma série incrível, que não queria que houvesse um fim, um adeus.

foto-24-01-17-11-27-34

Foi maravilhoso lê, mesmo que em forma de peça, uma continuação da série Harry Potter, eu gostei bastante do futuro que J.K. proporcionou aos personagens. Achei incrível como ela continuou a história com muita ação, ela voltou com algo no passado que eu não esperava. Adorei a peça, quem é fã de HP simplesmente vai adorar, vai ser magnifico lê mais coisinhas da J.K. e, claro, de Harry Potter.

Enfim, gente é isso. Espero que tenham gostado da resenha e que leem o livro, pois vale bastante a pena ❤ Meu insta é @_cafezinha.

Mil beijinhos ❤

 

 

 

#PapoComCafé: Vamos nos permitir

tumblr_ofts23k14c1spnyg9o1_500

Olá gente?

Hoje eu parei para pensar que a gente não costuma nos permitir ter sentimentos, ter emoções que ás vezes consideramos ruins para nós. Cheguei em um momento da minha vida que só penso em estudar, de concluir o ensino médio e só, nada de sentimentos, emoções, relacionamentos e compromissos.

Quando eu fico triste ou com raiva eu vou ver vídeos engraçados, memes, algo que tire minha atenção, que me faça esquecer o porque de eu ter essas emoções. E, eu pensei, se eu negligencio minhas emoções, eu também estou negligenciando uma parte de mim, e convenhamos que isso não é bom para nós.

Então, vamos nos permitir a ter raiva, tristeza, alegria, carência, amor e paixão, vamos nos permitir ser nós mesmo, e quando estivemos em momentos que não queiramos que outras pessoas presenciem é só nós ficamos em nossos quartos, ou se você não estiver em casa em um banheiro, ou área com pouca gente. Mas vamos permitir, não vamos tentar driblar esses sentimentos. Se não nosso coração se enche de sentimentos, emoções não compartilhadas e, um diz esse sentimento todo vai precisar ser liberado.

se você engolir tudo o que sente, no final você se afoga…

Se você está se sentindo a pessoa mais chata do universo, tenta entender porque você está se sentindo assim, porque não podemos esconder que todo mundo tem um momento de “bad”, não é mesmo? E nesses momentos o que a gente mais quer é rir, dançar, abraçar, conversar, comer e outros. Depende também do porque você está na bad.

Vamos nos permitir quebrar a cara, se decepcionar, se apaixonar e amar, talvez essa não seja a forma certa de viver, mas com certeza vai te trazer muitos ensinamentos e lições que durarão por toda a sua vida.

Enfim, gente é isso. Espero que tenham gostado e entendido a mensagem ❤ Me segue lá no insta _cafezinha para mais fotografias de minha autoria ❤

Mil beijinhos ❤

Imagem baixada do Tumblr.

 

2016: o ano surreal

0ae8a83411b783d668e27da2b0d6e485f1696db5

Olá gente?

Chegou mais um fim de ano e eu não tenho palavras para descrever o quanto esse ano me surpreendeu. Foram 361 dias cheios de surpresas, sorrisos inesperadas, lembranças jamais esquecidas, memórias que ficaram para sempre comigo, amizades novas, amores e abraços inesquecíveis. Eu só consigo pensar no quanto eu evolui, do quanto eu amadureci ao longo desses 361 dias.

Obviamente que como outro ano qualquer esse teve seus inúmeros pontos ruins, teve complicações na política, na economia, na religião, nas opiniões e até no amor. Foi um ano extremamente conturbado, teve muita tragedia e mortes de pessoas queridas que abalaram o mundo inteiro. Eu sei que é normal condenar um ano inteiro por causa das inúmeras coisas ruins que aconteceram, mas vamos pensar pelo lado positivo.

O que fez que mudou seu ano?

Eu conheci gente nova, tive meu primeiro “porre”(beber muito) da vida, me esforçei bastante para não precisar de pontos extras na escola, conseguir aperfeiçoar minhas técnicas de fotografia, conseguir terminar o primeiro módulo do curso de francês e já estou louca pelo próximo semestre, comecei um curso de inglês e preparatório para conseguir o primeiro emprego. Fiquei mais próxima da minha família e de amigos, e por causa disso só li seis livros esse ano. Também assistir sete séries e algumas ainda estão lançando episódios e outras vão lançar temporada novas próximo ano ❤

Você cumpriu suas metas/objetivos?

Para ser franca eu não me lembro muito das minhas metas para esse ano (modéstia parte hahahah), mas tem duas em especial que me lembro e só uma delas eu cumprir. Que era “ficar mais tranquila com as coisas, não me estressar tanto” e essa eu conseguir cumprir com muito sucesso, obrigada *-* Já a segunda era “me aproximar de Deus, frequentar mais a igreja” só que eu nem fui na igreja esse ano, só duas vezes porque foram casamentos, então me desculpem pelo meu (gigantesco) erro.

Você se tornou alguém melhor?

Sim, nesse ano eu tive uma experiência que mexeu comigo de um jeito que não consigo explicar. Percebi que o que realmente importa é sua família te apoiando, percebi o tanto que eles são importante para mim, o quanto está perto deles me faz bem e, que se um dia eu tiver que ficar longe deles vai ser extremamente difícil 😦 Espero que esse dia não chegue.

Amadureceu?

Sim, e eu me orgulho muito de dizer isso. Certas coisas não merecem de jeito nenhum meu sofrimento, que as pessoas não precisam saber da sua felicidade e, que quantidade não é sinônimo de qualidade. Aprendi que nem sempre está namorando é o certo, que procurar o seu príncipe encantado em todos os cantos da cidade não vai adiantar, relaxa e curte que ele vem na hora certa ❤

Mudou algo que você ruim?

Diminui meu estresse e junto meu defeito de descontar minha raiva em pessoas que não tem nada haver com aquilo que estava ocorrendo na minha vida. Parei de comer carne (todos os tipos), aprendi a ser grata pelas coisas que eu tenho, de agradecer e dizer o que eu sinto para as pessoas que eu me importo.

No fim do ano passado, eu fiz algumas metas e coloquei aqui no blog, nesse ano não vou fazer metas, vou deixar acontecer naturalmente que é como tudo deve ocorrer. Espero que todos teremos um ano cheio de saúde e alegria que é isso que importa no fim de tudo ❤

Enfim, gente é isso. Eu já ditei minhas “metas” para 2017, o que você espera para 2017? E você cumpriu suas metas de 2016? Se não, porque não dá uma segunda chance em 2017? ❤

Imagens baixadas da internet.

 

 

 

 

#PapoComCafé: Necessidade de ser amada

Peguem suas xícaras que hoje a conversa é séria!

tumblr_og8sx85qgl1rly1lfo1_500

Por muitas vezes ao longo dos meus 16 anos (como vocês podem ver eu sou muito vivida) tive e ainda tenho a necessidade de ter alguém ao meu lado me amando, que de alguma forma me mostrasse que eu sou importante em sua vida.Minhas amigas sempre me diziam que eu tinha a necessidade de sempre estar namorando e, que se eu não conseguia isso com algum garoto eu meio que ficava triste. Porém, eu nunca tinha percebido que isso realmente acontecia comigo, até agora.

É sempre assim: conheço um garoto, fico com ele por um tempinho (duas semanas no máximo) e me apaixono, mesmo a pessoa sendo a pior das influências para mim, podendo até ser frio comigo, eu vou me apaixonar e se ela não querer namorar comigo, eu vou sofrer por demais.

Eu tive a certeza absoluta que sou trouxa e completamente dependente de quem estar comigo na noite do dia 18 desse mês. Senta e toma um golinho do café porque vem uma historinha.

Eu estou “namorando” virtualmente com um menino, só que eu meio que estrago as coisas, ele diz que sou apressada, mas eu tenho culpa se quero muito conhecê-lo? Ele mexe comigo e a gente se dá tão bem, mas ele não costuma pensar no futuro e, eu costumo viver mais lá do que aqui. Acabo sonhando demais e vivendo de menos. Eu queria muito começar a namorar sério com ele, mas ainda acho que estou querendo namorar apenas para não ficar sozinha. Eu tenho a necessidade de ser amada, mas nem todos estão aptos a entrar no coração de outra pessoa e nunca mais sair de lá, as vezes eles saem e nos deixam em pedacinhos quebrados.

Aí, como eu já namorei quatro vezes e em todos esses eu sair triste e magoada, fico com receio de começar a namorar de novo, de sofrer novamente, de ter a linda sensação de confiar em alguém e no fundo isso ser destruído. Mas por outro lado, me sinto incompleta quando não estou com alguém, me sinto estranhamente só.

Me diz onde você mora que eu já tenho uma canção guardada pra nós dois… e o que eu posso te dizer,todo esse tempo longe trouxe pro meu peito luz…

Meus dias estão sendo frios, cheios de melancolias, nostalgias de momentos que foram vividos tão feliz e que agora não passam de uma simples lembrança alegre. A falta de certas pessoas comigo, só me faz querer mais e mais alguém do meu lado. Estou sem a alegria de viver, de acordar cedo na segunda e ler a manhã inteira com café de pijama, estou desanimada para sair, para ficar em casa, para ler, para estudar, para visitar a família e amigos, para ficar de bobeira na internet, até a magia do natal não estar me alegrando. E quando tudo parece estar ruim, ainda não me sinto bem com meu corpo.

Vocês já passaram por isso ou conhecem alguém alguém que já passou? Se sim, o que fizeram para mudar a situação? Deixe aí nos comentários ❤

Amor Refletido: 1 9 7 7

img_20161213_070956

Olá gente?

Vamos glorificar de pé, porque finalmente estou de volta com essa categoria que é um amô *-* Enfim, como já devem saber eu parei de postar em todas as categorias daqui do blog e inclusive não conseguir voltar com algumas (mas pronto, que com o tempo volto a todo vapor com todas as categorias daqui e vai ser um amorzinho *-*).

O tema do Amor Refletido é 1977, pois é o nome de um efeito do Instagram que eu mais uso. E, sim eu edito as minhas fotografias pelo Instagram, agora que estou começando a usar o VSCO, mas não é com tanta frequência. As fotos foram registradas em períodos diferentes e claramente não seguem um padrão. E nem todas tem o mesmo tanto desse efeito, algumas até possuem outro efeito junto.

Enfim, gente é isso. Espero que tenham gostado das fotografias, lembrando que para mais fotografias de minha autoria é só me seguir no insta @cafecomflores_. E fiz um twitter recentemente é @cafecomflores_

Mil beijinhos ❤

Modelos: @_lizjhoanna, @halisson.medei ❤

 

#PapoComCafé – Falta de criativadade

tumblr_oauh643hdy1v8vamzo1_1280

Hello gente?

Decidir fazer uma nova categoria aqui no blog, para eu poder espalhar pelo mundo essas emoções que parecem que estão me corroendo por dentro e, nada melhor do que desabafar com outros serumaninhos fofos que talvez até estejam passando pelo mesmo probleminha. Nessa categoria, eu vou escrever pelo menos uma vez por mês (vou tentar escrever com mais frequência) sobre algum probleminha que está me fazendo sentir borboletas no estômago.

No fim do mês de outubro, tive a oportunidade de visitar alguns blogs (uns bem conhecidos e outros nem tanto), e percebi que meu blog é ridículo. Fiquei com vergonha de mostrar meu blog para meus amigos, até divulgar ele. Eu percebi que minha escrita não é de jeito nenhum, boa o suficiente para competir com outros blogs bem mais capacitados do que o meu.

Então eu meio que me desmotivei, e quando falo desmotivar, foi de tudo: de escrever,assistir ler e fotografar. Deu um branco na minha mente e, eu simplesmente não soube como lidar. Eu queria muito postar, mas ficava com medo de não ser bom, de não chamarem a atenção de leitores e etc. Junto disso também veio uma vibe bem auto estima baixa, fiquei bem pra baixo nesse fim de novembro. Estou tão triste ultimamente, que nem a magia do natal estar me motivando a sorrir. Vou nem falar da minha vida amorosa, se não eu até choro.

Espero que com essa volta ao blog, eu consiga recuperar me auto estima e minha criatividade, além disso fiz outro twitter e tenho um encontro próxima semana. Me desejem sorte, se for bom eu até escrevo um texto sobre ❤

Mil beijinhos e até o próximo #PapoComCafé ❤

Imagem baixada do Google.