[Resenha] O substituto

maxresdefault-2

Sinopse:Henry Barthes (Adrien Brody) é um professor de ensino médio, que apesar de ter o dom nato para se comunicar com os jovens, só dá aulas como substituto, para não criar vínculos com ninguém. Mas quando ele é chamado para lecionar em uma escola pública, se encontra em meio à professores desmotivados e adolescentes violentos e desencantados com a vida, que só querem encontrar um apoio para substituir seus pais negligentes ou ausentes. Sofrendo uma crise familiar, Henry verá três mulheres entrando em sua vida e vai começar a perceber como ele pode fazer a diferença, mesmo que isso venha com um alto custo.

Olá gente?

Nesta noite de domingo 18 de setembro, assistir esse filme que até agora não estou sabendo lidar, não consigo explicar o quanto eu gostei. O filme é um pouco velhinho, foi lançado em 2011. O filme foi aplaudido pela crítica (pelo menos todas as que eu li) e isso me alegrou bastante 😀

O clima do filme é tenso e vai adentrar no drama de professores e alunos que lecionam e “assistem aula” numa escola do bairro. A escola claramente tem uma ótima estrutura, mas que por falta de recursos financeiros e interesse de seus alunos, que estão cada vez mais no meio da criminalidade, prostituição e drogas, a escola está em declínio e cada menos pessoas querem se mudar para esse bairro.

tumblr_nwvre4ihp61rfd7lko1_500

O Sr. Barthes é um professor que tem uma alta facilidade de se comunicar com seus alunos, por causa do passado que ele teve (eu acho, que el consegui entender melhor como esses estudantes se sentem)> No entanto, ele não permanece muito numa mesma escola, justamente, para não criar laços fortes com alunos e professores desta.

O filme possui cenas bem fortes, tanto porque o professor vai se envolver com uma menina que é prostituta, como porque os pais ausentes ou negligenciados desses alunos querem se aproveitar da escola e, muitas vezes, deixam seus filhos com baixa autoestima. Na minha opinião, acho que toda pessoa deve assistir esse filme, no filme vai conter muitas lições para responsáveis que se dizem pais e, para adolescentes, que em meio a depressão e outros problemas, que procurem ajuda, que eles não estão sozinhos.

“Temos a responsabilidade de guiar nossos jovens para que eles não terminem se desintegrando. Caindo no esquecimento. Tornando-se insignificante.”

detachment001

A minha personagem favorita é Meredith, tanto por ela adora registrar fotografias (que aliás, adorei a forma de fotografar dela, pretendo experimentar) como porque ela não se sente bem com seu corpo e, por isso se fecha. E por causa disso, sendo muitas vezes alvo de críticas e preconceitos. Durante o filme quase todo, eu fiquei com uma vontade gigante de abraçar ela, para dizer que tudo vai ficar bem, que é só ter calma e muita paciência. Meredith, sinta-se abraçada por mim ❤

detachment-2

Dedico esse filme à todos, principalmente aos pais, que eles precisam entender que nem tudo que a gente (adolescentes) fazemos é “drama de adolescente”, que nem tudo é frescura. Peço que observem seus filhos, perguntem como foi seu dia, se estão com problemas ou dificuldades na escola. Porque, ás vezes, o menor dos atos pode evitar uma depressão ou até mesmo um suicídio. Então cuidem e amem muito seus filhos, porque eu sei que ser pai ou mãe não é fácil, mas vocês escolheram isso.

Enfim, obrigado por ter lido até aqui. Espero que assistam o filme e que compartilhe ele com seus amigos, pois todos devem dar uma chance para esse filme.

Ps: a atuação do ator Adrien Brody, que interpreta o substituto, foi magnifica.

Mil beijinhos ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s